Chef cria projeto e entrega marmitas para pessoas em situação de rua durante a pandemia

Projeto nasceu em meio a pandemia e é realizado uma vez por semana em São Vicente, no litoral de São Paulo.

Chefe de cozinha faz marmitas para entregar à pessoas em situação de rua em São Vicente (SP) Arquivo pessoal Ajudar os mais necessitados já era um sonho antigo do chef de cozinha Vinícius Ribeiro Fernandes, de 45 anos.

Em meio a pandemia do novo coronavírus, o morador de São Vicente, no litoral de São Paulo, decidiu colocar o desejo em prática e fazer marmitas para entregar para pessoas em situação de rua.

Assim nasceu o projeto ‘Rango do Bem’, que alimenta ao menos 100 pessoas todas as quintas-feiras na cidade vicentina.

Vinícius também é advogado e, com o regime home office, acabou tendo mais tempo para realizar seus projetos paralelos, que eram deixados de lado por causa da correria de trabalho do dia-a-dia.

Com mais tempo vago, ele passou a estudar um pouco mais e a fazer marmitas para a mãe e a tia-avó, ambas idosas e do grupo de risco, para que elas não tenham que sair de casa.

A partir daí, nasceu a ideia do 'Rango do Bem'. “Elas moram sozinhas e eu comecei a levar as marmitas.

Aí eu pensei: 'poxa vida, chegou a hora de colocar em prática aquele desejo antigo'.

Um dia fiz aqui em casa uma canja, que rendeu 35 refeições e fui entregar.

Levei a minha família e meus filhos ficaram no carro, mas viram.

Quis que eles presenciassem essa situação para que vissem a realidade da vida”, explica.

Após a entrega, o chef postou nas redes sociais as marmitas com o intuito de estimular outras pessoas.

A publicação fez com outros moradores o procurassem para ajudar com doações de alimentos, trazendo a possibilidade de criar um cardápio variado de refeições.

“Antes era uma canja e, como vieram outras doações, acabei adaptando.

Faço de acordo com o que chega ou o que eu compro.

Pode ser sopa de legumes, arroz com feijão e frango assado, macarrão com sardinha, entre outras coisas", declara. Marmitinhas são entregues sempre às quintas-feiras, em São Vicente (SP) Arquivo pessoal A produção ocorre ao longo da semana, que é quando prepara as refeições sozinho na casa dele.

Na quinta-feira, dia da entrega, ele conta com a ajuda de um amigo, que monta as marmitas e também auxilia na distribuição, que é sempre feita na Praça Barão do Rio Branco, no Centro da cidade, e também na Biquinha de São Vicente, onde há uma grande população em situação de rua, segundo ele.

Com as entregas constantes, Vinícius passou a ser reconhecido por aqueles que se deliciam com as marmitas todas as semanas.

Ele conta que a recepção é surpreendente a cada novo encontro do grupo que vive nas ruas. Cardápio é variado para atender população de rua Arquivo pessoal “É impressionante o sentido de organização deles.

Quando paro o carro, eles já formam fila, cedem a vez para as mulheres - o número de mulheres em situação de rua é muito menor - e 98% abençoam e agradecem.

São extremamente educados e gratos.

É incrível isso.

É uma educação que a gente não vê no nosso dia a dia, infelizmente”, ressalta.

Para o chefe, além de ajudar pessoas em situação de rua, o ‘Rango do Bem’ também tem o intuito de estimular a população a olhar para o próximo.

“É uma satisfação muito grande de poder ajudar.

Se eu puder fazer um pouquinho que seja, já ajuda”, finaliza.

Categoria:SP - Santos e Região